Home / SAÚDE PUBLICA / Hospitais públicos do Estado estão sem coleta de lixo infectante

Hospitais públicos do Estado estão sem coleta de lixo infectante

Os hospitais estaduais de Porto Velho estão sem a coleta de lixo infectante desde a última terça-feira (24). Em um vídeo que circula nas redes sociais, uma pessoa informa a suspensão dos trabalhos no Hospital Cosme e Damião. A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) informou que tentou renovar o contrato com a empresa AmazonFort, mas não houve acordo.
https://www.facebook.com/v3.1/plugins/quote.php?app_id=893782110788388&channel=https%3A%2F%2Fstaticxx.facebook.com%2Fx%2Fconnect%2Fxd_arbiter%2F%3Fversion%3D46%23cb%3Df1315c2e2b1d89%26domain%3Dwww.rondoniagora.com%26origin%3Dhttps%253A%252F%252Fwww.rondoniagora.com%252Ff2905f2bdaf879c%26relation%3Dparent.parent&container_width=936&href=https%3A%2F%2Fwww.rondoniagora.com%2Fgeral%2Fvideo-hospitais-publicos-do-estado-estao-sem-coleta-de-lixo-infectante&locale=pt_BR&sdk=joey

A empresa era a responsável por realizar a coleta de lixo hospitalar no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, João Paulo II, Cosme e Damião e Cemetron.

Nesta quarta-feira (25), os hospitais tiveram que improvisar usando várias caixas de papelão para armazenar seringas, faixas, frascos de medicamentos e luvas. O RONDONIAGORA teve acesso às imagens que comprovam.

Em nota, a Sesau informou que propôs a renovação do contrato até o dia 31 de dezembro deste ano, mas a empresa não concordou.

Confira o que diz a nota:

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) propôs à empresa prestadora do serviço de coleta do lixo biológico dos hospitais estaduais a renovação do contrato, cuja Cláusula primeira previa a prorrogação da vigência do contrato pactuado entre as partes até 31/12/2020, entretanto, a referida empresa se posicionou contrariamente, tendo em vista ter solicitado prazo de 180 (cento e oitenta) dias. O que seria inviável para a SESAU que já possui um processo de contratação licitatório (0036.341348/2018-84) e emergencial em andamento (0036456949/2020-13), motivo pelo qual não se demonstrou pertinente a renovação pelo período requerido pela empresa, sobretudo, está adotando todas as medidas cabíveis para a contratação mais rápida possível das novas empresas participantes do certame emergencial.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) está trabalhando para que a contratação da empresa prestadora do serviço de coleta do lixo biológico dos hospitais estaduais seja compactuada ainda hoje (25) e que os serviços sejam restabelecidos.da Redação

Facebook Comments