Home / Política / Com aglomeração e discursos políticos governo inaugura 12, dos 180 leitos

Com aglomeração e discursos políticos governo inaugura 12, dos 180 leitos

Os doze leitos foram inaugurados com discursos políticos e muita aglomeração de centenas de pessoas, contrariando as regras sanitárias..

PORTO VELHO – RO – Na manhã desta quarta feira, 24, com noventa dias de atraso, o polêmico hospital Regina Pacis foi inaugurado parcialmente, com apenas 12 leitos, 180 leitos prometidos. O Hospital custou a bagatela de RS 12 milhões de reais aos cofres do Estado.

Essa unidade de campanha para o COVID19, gerou graves denúncias por parte do deputado estadual Luizinho Goebel, onde em vídeos, mostraram a precariedade da unidade, inadequação por falta de espaços, entrada e saída de macas, lixo hospitalares, movimentação de servidores, médicos, enfermeiros, pacientes e acompanhantes. 

O parlamentar que é responsável pela comissão de obras da ALE, chegou ventilar superfaturamento, e oferta da mesma unidade, por valores próximos de RS 4 milhões ou aluguel do imóvel por RS 80 mil reais, para o mercado imobiliário local.

A Unidade Hospitar também foi alvo de denúncias feitas pelo deputado federal Coronel Chrisóstomo que insinuou superfaturamento na aquisição e prometeu agir para desvendar o que denominou de mistérios.

O certo, é que noventa dias após a sua compra, a unidade está sendo oficialmente entregue com apenas 12 leitos, dos 180 prometidos, com várias perguntas sem respostas e a população desesperada, reclama falta de testes confiáveis e remédios nos hospitais públicos do estado e unidades básicas do município de Porto Velho. 

Os doze leitos foram inaugurados com discursos políticos e muita aglomeração de centenas de pessoas, contrariando as regras sanitárias da covid-19, no momento em que o Estado  registra 672 novos casos e 12 mortes em 24 horas e ainda 16.499 doentes e 444 vidas perdidas.

com inf. brasil27

Facebook Comments