Home / Saúde / Rondônia perde o controle e número de mortes sobe para 101 e 279 pacientes estão internados

Rondônia perde o controle e número de mortes sobe para 101 e 279 pacientes estão internados

Porto Velho, RO – O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os dados referentes ao coronavírus (Covid-19) no Estado.

Na quinta-feira (21), foram consolidados os seguintes resultados para Covid-19 em Rondônia:

Casos confirmados – 2.659
Pacientes recuperados – 862
Óbitos – 101
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 164
Pacientes internados na Rede Privada – 108
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 7
Total de pacientes internados – 279
Testes Realizados – 10.350
Aguardando resultados do Lacen – 441

CONFIRMADOS POR MUNICÍPIOS

Os 2.659 casos confirmados para Covid-19 são nas seguintes localidades:

2.022 em Porto Velho
205 em Ariquemes
76 em Guajará-Mirim
62 em Ji-Paraná
37 em Candeias do Jamari
34 em Cacoal
28 em Jaru
22 em Vilhena
21 em Ouro Preto do Oeste
21 em Urupá
16 em Rolim de Moura
14 em Mirante da Serra
10 em Cujubim
10 em Espigão do Oeste
9 em São Miguel do Guaporé
8 em Buritis
7 em Nova Mamoré
5 em Alto Paraíso
5 em Pimenta Bueno
5 em Primavera de Rondônia
5 em Vale do Paraíso
4 em Alto Alegre dos Parecis
4 em Governador Jorge Teixeira
3 em Nova Brasilândia do Oeste
2 em Alta Floresta do Oeste
2 em Alvorada do Oeste
2 em Itapuã do Oeste
2 em Machadinho do Oeste
2 em Monte Negro
2 em Novo Horizonte do Oeste
2 em Presidente Médici
2 em Santa Luzia do Oeste
2 em Theobroma
2 em Vale do Anari
1 em Cacaulândia
1 em Campo Novo de Rondônia
1 em Rio Crespo
1 em São Francisco do Guaporé
1 em São Felipe do Oeste
1 em Seringueiras

Foram confirmados 160 novos casos de Covid-19 em Rondônia, destes, 98 casos são em Porto Velho, 21 em Guajará-Mirim, 14 em Ariquemes, oito em Ji-Paraná, sete em Candeias do Jamari, três em Espigão do Oeste, três em Jaru, dois em Cacoal, dois em Vilhena, um em Rolim de Moura e um em Presidente Médici.

ÓBITOS POR MUNICÍPIOS

Em Rondônia foram registrados 101 óbitos por Covid-19, nas seguintes localidades:

Porto Velho – 67
Guajará-Mirim – 18
Ji-Paraná – 3
Ariquemes – 2
Alto Paraíso – 1
Buritis – 1
Campo Novo – 1
Candeias do Jamari – 1
Cujubim – 1
Espigão do Oeste – 1
Mirante da Serra – 1
Nova Mamoré – 1
Rolim de Moura – 1
São Miguel do Guaporé – 1
Vale do Anari – 1

Hoje (21) foram confirmados 11 óbitos em Rondônia, sendo oito em Porto Velho, duas mulheres (46 e 52 anos) e seis homens (45, 52, 55, 58, 62 e 74 anos de idade); foram confirmados, também, um óbito de um homem de 55 anos de Nova Mamoré, de uma mulher de 47 anos de Espigão do Oeste, e de um idoso de 83 anos de idade do município de São Miguel do Guaporé.

A Agevisa ressalta que os dados não são lidos e atualizados imediatamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), por isso há atraso (delay) no registro de casos que estão sendo acompanhados diariamente por equipes de saúde nos municípios.

Para informações sobre internados por unidades de saúde e municípios, assim como os demais detalhes acesse o Painel Interativo da Covid-19 em Rondônia, através do endereço: covid19.sesau.ro.gov.br.

Brasil supera a marca de 310 mil contaminados por coronavírus e tem 1.188 mortes registradas em 24h

Ao todo foram 18.508 novos casos, país contabiliza mais de 310 mil casos confirmados; São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará lideram o ranking de pessoas com o maior número de infectados

Em novo recorde, o Brasil atingiu a marca de mais de 310 mil casos confirmados de coronavírus, sendo mais de 100 mil novas infecções em apenas uma semana. Foram 18.508 novos casos nas últimas 24 horas, elevando o total para 310.087. Entre ontem e hoje, o Ministério da Saúde contabilizou 1.188 novas mortes decorrentes da doença, o que elevou o total de óbitos para 20.047 segundo dados divulgados nesta quinta-feira .

Nas duas últimas semanas, em números absolutos, o Brasil saltou da sétima para a terceira posição entre as nações com mais casos de covid-19. Com isso, se mantém como um dos países em situação mais crítica do mundo em número de infecções, atrás de Rússia, que contabiliza 317 mil casos, e Estados Unidos, com mais de 1,5 milhão. 

Na lista de países com mais mortes acumuladas, o Brasil ocupa a 6ª posição. Só fica atrás de Estados Unidos (93.863), Reino Unido (36.124), Itália (32.486), França (28.218) e Espanha (27.940).

O Brasil tornou-se nos últimos dias o país com maior crescimento de casos de covid-19 por milhão de habitantes (pmh). De acordo com o cruzamento de dados da plataforma Our World in Data, ligada à Universidade de Oxford, desde quarta-feira, 20, o país passou a liderar o ranking que considera a confirmação de casos em um período de 24 horas e os dilui por milhão de habitantes, o que permite uma comparação de como a covid-19 está afetando países de populações distintas.

Se descolou de outras nações bastante afetadas pela covid-19 e que continuam tendo mais casos pmh considerando a somatória desde o começo da pandemia; enquanto Espanha, Itália, França, Canadá e Alemanha têm conseguido controlar as novas infecções, os casos diários no País batem recordes quase que diariamente. Fonte: O OBSERVADOR

Facebook Comments