Home / Política / Depois de muita luta, conseguimos uma redução de 3,75%, na tarifa elétrica de Rondônia, que entrará em vigor a partir de amanhã (21/03)

Depois de muita luta, conseguimos uma redução de 3,75%, na tarifa elétrica de Rondônia, que entrará em vigor a partir de amanhã (21/03)

A bancada federal de Rondônia, coordenada pelo deputado federal Lucio Mosquini, esteve reunida hoje com o Ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque Costa Lima, e a Secretária Executiva do Ministério de Minas e Energia Marisete Fátima Dadald Pereira, o diretor geral da Aneel André Pepitone, buscando um resultado positivo para a questão da redução da tarifa de energia elétrica de Rondônia.

“Depois de muita luta, conseguimos uma redução de 3,75%, na tarifa elétrica de Rondônia, que entrará em vigor a partir de amanhã (21/03). Na próxima terça-feira (26/03), o pleno da Aneel, que é formado por um colegiado composto por cinco diretores, estará reunido, a partir da 14hs, para decidir sobre mais um percentual de redução equivalente a 4%”, disse o deputado.

“Se confirmada à redução dos 4% que será apreciada pelo Colegiado da Aneel, o desconto será aproximado de 7,5%, essa redução só foi possível, em virtude das diversas tratativas de toda bancada federal com os órgãos responsáveis”, acrescentou Mosquini.

O deputado federal Lucio Mosquini, como coordenador da bancada federal de Rondônia, fez inúmeras audiências, com as equipes técnicas, para chegar a esse resultado.

“Os trabalhos para que se alcance uma redução ainda maior irão continuar, sempre com a equipe do Ministério de Minas e Energia, a equipe da Aneel, e os Parlamentares, porém só iremos conseguir uma redução maior na tarifa de energia elétrica, quando o governo federal decidir sobre a redução no custo de aquisição da energia elétrica gerada pelas usinas de Santo Antônio e Jirau”.

“Outra opção para alcançarmos uma redução maior na tarifa de energia elétrica, só poderá ser conquistada, caso o governo do Estado abra mão de parte do ICMS que será arrecadado com o aumento da energia”, finalizou o Deputado.

Fonte: Assessoria

Facebook Comments

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos marcados são obrigatórios *

*