Em Rondônia, ex-vereador é preso e confessa assassinato de amante após polícia encontrar ossada



Um crime bárbaro e covarde. O ex-vereador de Ji-Paraná, Obadias Ferreira da Silva (DEM) confessou ter assassinado a amante, Edilene Vieira da Silva, 29 anos, que estava desaparecida desde o dia 13 de abril deste ano.

Na tarde desta quinta-feira, 8, policiais civis localizaram o corpo de Edilene, enterrado em uma cova na chácara onde ela acreditava que iria viver com Obadias. Ele está preso temporariamente.





De acordo com investigações da polícia, Edilene gastou todas as economias na construção da casa na chácara onde foi morta. Casado, Obadias a convenceu que deixaria esposa e filhos para viver com Edilene, que deixou três filhos menores.

Após a polícia localizar o corpo, enterrado há cerca de 5 metros da casa onde ela sonhava que viveria, Obadias confessou o crime no final da tarde, após o corpo ser encontrado.

A polícia acredita que o ex-vereador também seja responsável pela morte de uma outra mulher, que teria vendido uma casa e repassado o dinheiro para ele. As investigações prosseguem.





Gazeta Rondônia
Fonte: Painel Político - Crédito de imagens: Plantão Central.

Postar um comentário

0 Comentários