Comissão prevê rejeição de PEC do voto impresso

“A maioria dos membros entende que não teremos tempo para implantar o voto impresso no ano que vem”, disse o deputado Hildon Rocha (MDB-MA)

A Comissão Especial da Câmara que analisa a proposta de voto impresso vai se reunir nesta quinta-feira, 15, com o objetivo de rejeitar o texto. A reunião foi articulada por um conjunto de 18 deputados titulares e um suplente do colegiado, todos resistentes à ideia de mudar o atual sistema da urna eletrônica.

O deputado Hildo Rocha (MDB-MA), autor do requerimento que permitiu a reunião, afirmou que os votos para rejeitar a ideia são majoritários na comissão. “A maioria dos membros entende que não teremos tempo para implantar o voto impresso no ano que vem.”

Em reunião com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, partidos adversários da proposta de emenda à Constituição (PEC) concordaram em barrar sua aprovação, uma das principais bandeiras do presidente Jair Bolsonaro.

Postar um comentário

0 Comentários