Agevisa reduz prazo para aplicação da 2ª dose das vacinas da AstraZeneca e Pfizer em Rondônia



Após uma reunião realizada no final da tarde de terça-feira (13), a Agência Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia (Agevisa), anunciou que vai autorizar a redução do intervalo para a segunda dose das vacinas AstraZeneca e da Pfizer na população de todo o estado, dando prioridade para os trabalhadores da educação.

A nota técnica diz que para a vacina da AstraZeneca, o prazo da segunda dose será reduzido para 45 dias e para a Pfizer 60 dias, de acordo com a disponibilidade.

Antes, as duas vacinas tinham 90 dias de intervalo entre a primeira e segunda dose.

A Agevisa destaca a prioridade para os trabalhadores da educação, e logo após os demais grupos populacionais.

Ficou estabelecido ainda, que os municípios terão que traçar a estratégia organizacional para vacinação, compreendendo a realidade local e atendendo às recomendações do Ministério da Saúde.

A bula do imunizante da empresa farmacêutica Oxford/AstraZeneca, segundo a Agevisa, apresenta orientação expressa no sentido de que o reforço da vacina com a aplicação da segunda dose pode ocorrer no período compreendido entre 4 e 12 semanas após a primeira dose, considerando o impacto de novas variantes circulantes (Alfa, Beta, Gama e Delta) com maior risco de transmissão e eventual capacidade de resistência à 1ª dose das vacinas, dificultando o controle epidemiológico.

A Prefeitura da Capital disse na tarde desta quarta-feira que vai atender a redução do intervalo entre a 1ª e 2ª dose da vacina da AstraZeneca/Fiocruz para o período de 45 dias e do imunizante Pfizer para o périodo de 60 dias, mas a princípio, a medida será voltada exclusivamente para os trabalhadores da Educação e dependerá da disponibilidade de vacinas, que são distribuídas ao município pelo Governo do Estado.

Postar um comentário

0 Comentários