PM é mobilizada em Rondônia para uma possível paralisação



Associação convidou praças e bombeiros para manifestação nesta segunda-feira na capital

A Associação dos Familiares e Praças da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia (Assfapom) convidou os militares para participar de uma na carreata de protesto contra o governador Marcos Rocha e em prol da valorização da classe. O ato está marcado para esta segunda-feira, 31, com concentração às 15h na frente do 5º Batalhão, em Porto Velho

Segundo nota da associação, “nas últimas semanas o que mais está acontecendo é militares revoltados com a inércia do Governo do Estado diante da desvalorização dos servidores. Atualmente, Rondônia paga o 23º pior salário do país”.

Os policiais que estão de folga nesta segunda foram chamados a participar do ato que é um prenúncio de paralisação da PM e bombeiros em Rondônia.

De acordo com a nota, “o governador Marcos Rocha não cumpriu a promessa feita aos militares de pagar três parcelas de 8% de aumento salarial, o que revolta ainda mais os servidores que tiveram aumento significativo de trabalho nas ruas após o início da pandemia”.

“Marcos Rocha segue sendo criticado de ponta a ponta do estado por não valorizar os militares que estão dia a dia nas ruas para garantir a segurança da população que o elegeu”, acrescenta.



Assessoria

Postar um comentário

0 Comentários