Grupo decide não sair de garagem após atraso em pagamento de motoristas do transporte coletivo



Por causa do atraso no pagamento de salários, um grupo de trabalhadores do transporte coletivo de Porto Velho, decidiu não sair da garagem na manhã desta terça-feira (15), por cerca de duas horas.


De acordo com Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran), o pagamento não foi realizado por causa da falta de algumas notas de prestação de serviço que deveriam ser enviadas pela empresa para serem anexados no processo, para que o município pudesse fazer o repasse.


O presidente do Sintetuperon, Francinei Oliveira disse que o pagamento dos salários era para ser feito no dia 8 de junho, mas houve um erro nos documentos entregues pela empresa, que precisaram ser devolvidos para correção, o que implicou no atraso do salário.


O presidente disse ainda, que nesta terça-feira será feito o pagamento do salário dos trabalhadores e que não tinha conhecimento da reinvindicação. “Foi um movimento isolado, que não envolveu toda a categoria e nem o sindicato, que para entrar em uma situação desse tipo, precisa estar munido com documentos. O nosso papel é orientar os motoristas para que eles não sejam prejudicados amanhã ou depois”, disse Francinei Oliveira.


Os trabalhadores prometeram paralisar as atividades caso o pagamento não seja feito até às 17 horas desta terça-feira.

Postar um comentário

0 Comentários