Sindsef reivindica implantação da GEAP ESTADUAL em Rondônia com tabela mais acessível


O presidente do Sindsef/RO, Mário Jorge, explica que aproximadamente 13 estados já conseguiram a implantação da GEAP Estadual. “Falta estender para Rondônia! A GEAP Estadual seria mais uma opção para aqueles que não conseguem pagar mais a tabela nacional. O Sindsef está emplacando essa bandeira. Enviamos expediente para a GEAP local reivindicando e tivemos a confirmação que já foi encaminhado para o General presidente da GEAP, em Brasília”.

Vale destacar o interesse, relatado pelos filiados em reuniões virtuais, pela possibilidade de aderir a GEAP Estadual, em especial pelos serviços oferecidos de atendimento domiciliar realizado em tratamento de pacientes atendidos pelo Programas de Gerenciamento de Casos (PGC) e Internação Domiciliar (ID), por meio de profissionais qualificados e experientes que prestam serviços junto à GEAP.

A busca por plano de saúde mais acessível é uma resposta à reivindicação dos filiados do Sindsef/RO, principalmente nesse momento de grave crise financeira, em que os servidores federais encontram-se com salários e a percapta de auxílio saúde congelados. “Considerando ainda que a maioria da nossa clientela, ou seja de nossos filiados, está acima dos 60 anos e merece todo cuidado especial possível na terceira idade”, ressaltou Mário Jorge.

Na semana passada, as Coordenações Regional do Sindsef/RO em Cacoal e Ji-Paraná receberam a visita de técnicos da GEAP que estão percorrendo alguns municípios para conhecer as necessidades dos servidores federais. Na ocasião, os técnicos foram recepcionados pelos coordenadores regionais Maria Marilei de Araújo (Cacoal) e Flávio Santos (Ji-Paraná).

Até o momento, o Sindsef/RO ouviu propostas das operadoras de convênio da Plural Saúde (Administradora dos planos de saúde da Unimed em Rondônia e outros estados), Geap Saúde e Ameron, em reuniões virtuais, realizadas individualmente, onde foram colocadas pela Diretoria as dificuldades dos servidores federais em manter ou aderir o serviço de plano de saúde, principalmente em virtude dos elevados valores.


Fonte: Sindsef/RO

Postar um comentário

0 Comentários