Em Ariquemes, DER intensifica trabalhos na ponte sobre o rio Jamari


A ponte foi entregue sem as duas cabeceiras e isso tem gerado transtornos à população do Vale do Jamari
O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de estradas e Rodagem (DER) trabalha intensamente na obra de conclusão da ponte sobre o rio Jamari, na RO-421, região de Ariquemes. A ponte foi entregue sem as duas cabeceiras e isso tem gerado transtornos à população do Vale do Jamari. Por ser estreita, de mão dupla, o trânsito fica congestionado, o que irrita condutores de veículos por esperar na fila pela travessia.

O casal de agricultores, Antônio José filho e Maria de Fátima Lopes, mora a 80 metros da ponte; está ansioso pela conclusão da obra. Maria de Fátima diz que já viu muita coisa na ponte: congestionamentos, acidentes, assalto, barulho de tiros e até assassinato. O marido, Antônio José, lembra quando chegou em Ariquemes em 1984, quando a travessia pelo rio Jamari era feita por balsa; depois veio a ponte de mão única, a construção da nova ponte, sendo entregue sem as cabeceiras.




Casal de agricultores espera ansioso pela conclusão da ponte 


“Eu moro aqui em frente a ponte há 31 anos. É daqui que tiro o sustento da minha família, com a criação de porcos e galinhas. Acompanho esse vai e vem na ponte e sei o quanto o tráfego tem sido difícil. Agora estou vendo o pessoal do DER trabalhando todos os dias. Vejo que o governador Marcos Rocha arregaçou as mangas e está terminando a obra. Só tenho que agradecer ao governador e ao DER por esse serviço. Estou vendo que o trabalho está sendo bem feito”, enfatizou.

O diretor-geral do DER, Elias Rezende, disse que a conclusão das duas cabeceiras é meta do governador, coronel Marcos Rocha; o DER assumiu a obra e trabalha incansavelmente para entregar à população da região uma ponte segura e trafegável.

Postar um comentário

0 Comentários