STF retoma julgamento de suspeição de Sérgio Moro nesta terça (23)




A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) retomou na tarde desta terça-feira o julgamento que definirá se o ex-juiz Sergio Moro foi ou não parcial na condução do processo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.

O placar está empatado em 2 a 2. Os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram pela suspeição do ex-juiz. Edson Fachin e Cármen Lúcia votaram no sentido oposto.

O ministro Kassio Nunes Marques, que tomou posser no último ano, pediu vistas para apreciar o processo e suspendeu a sessão. No início do mês, o relator da Lava-Jato, Edson Fachin, anulou todas as decisões tomadas pela 13ª Vara Federal de Curitiba, antes conduzida por Moro, em quatro processos contra Lula. Se a Segunda Turma considerar hoje Moro parcial, o efeito prático seria a anulação de uma das condenações contra o ex-presidente, o que já não fará mais diferença alguma. No entanto, esse eventual resultado pode implicar em outras anulações da Lava-Jato a longo prazo.

Postar um comentário

0 Comentários