Índia identifica nova variante “dupla mutante” do coronavírus


A descoberta preocupa o país que enfrenta o momento mais crítico da pandemia desde novembro de 2020, com aumento expressivo de casos


O governo da Índia informou, nesta quarta-feira (24/3), que detectou uma nova “variante dupla mutante” do coronavírus, segundo a agência de notícias Reuters.

De acordo com o Ministério da Saúde local, as mutações encontradas no sequenciamento do genoma são novas e não correspondem às “variantes de preocupação” previamente catalogadas (VOC, na sigla em inglês).

A nova cepa foi encontrada no estado de Maharashtra, um dos mais afetados pela Covid-19 no país. Entretanto, ainda não é possível afirmar que ela foi a responsável por um surto local ou em outros estados, pois não foram encontradas em número suficiente para garantir a relação.

“Embora VOCs e uma nova variante dupla mutante tenham sido encontrados na Índia, eles não foram detectados em números suficientes para estabelecer uma relação direta ou explicar o rápido aumento de casos em alguns estados”, disse o ministério em comunicado.

A Índia atravessa um dos momentos mais críticos da pandemia, sendo o terceiro país com maior número de diagnósticos de Covid-19 (11.734.058 casos), atrás apenas dos Estados Unidos (29.923.371) e do Brasil (12.130.019), segundo monitoramento da Universidade Johns Hopkins.

Nessa quarta-feira, foram registradas 47.262 novas infecções no país asiático, o maior número em 24 horas desde novembro de 2020.



Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários