Cúpula do Congresso vê ‘semana decisiva’ para resposta do governo à pandemia




Integrantes da cúpula do Congresso Nacional consideram essa semana como “decisiva” para entender se o governo federal mudará a postura em relação à pandemia da Covid-19 e, consequentemente, para definir como o Legislativo tratará o Executivo daqui para frente.

Nos bastidores, dirigentes da Câmara dos Deputados e do Senado citam dois eventos principais a serem observados: a posse do novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e a reunião entre os chefes de poderes prevista para quarta-feira (24).

A interlocutores, o presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que a posse de Queiroga e a reunião de quarta-feira serão importantes para definir o nível de cobrança dos parlamentares em relação ao governo no Legislativo.


Em duas reuniões separadas na última sexta-feira (20), Pacheco e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), cobraram do futuro ministro da Saúde a apresentação rápida de um “plano efetivo” de combate ao novo coronavírus no Brasil.

Segundo apurou a CNN com fontes do Congresso, os presidentes da Câmara e do Senado cobraram um plano “real”, com quantidade de vacinas e calendário de imunização, além de ações concretas para abertura de novos leitos de UTI e compra de insumos.

Na avaliação da cúpula do Congresso, na resposta ao ofício enviado pelos presidentes das duas casas legislativas, no início de março, o ainda ministro Eduardo Pazuello apresentou um cronograma de vacinação que já se mostrou inviável de ser cumprido.

A ideia do presidente do Senado é levar Queiroga para apresentar esse plano aos senadores já nesta semana, após a posse do novo ministro, que está prevista para esta terça-feira (23). A ideia é que ele seja ouvido em uma audiência no plenário da Casa.

Fonte: CNN

Postar um comentário

0 Comentários