Deputados aprovam R$ 17,3 milhões para garantir auxílio de R$ 100 a 27 mil famílias rondonienses



 


A extensão do benefício de R$ 100 para mais de 27 mil famílias rondonienses, até o mês de junho, foi assegurada após os deputados estaduais aprovarem, em sessão extraordinária na tarde desta quinta-feira (18), o PL 932/21, que garante a abertura de crédito adicional suplementar por superávit financeiro, até o valor de R$ 17.308.776,30, em favor do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza de Rondônia (Fecoep/RO).


O deputado Jean Oliveira (MDB), 1° vice-presidente, presidiu a sessão, com deputados presencialmente e de forma remota. O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), de forma on line, destacou a importância da votação extraordinária da matéria.

"R$ 100 é pouco, mas é uma ajuda importante, dentro das possibilidades do Governo. Pode ao menos comprar arroz e feijão, o básico, para alimentar a família", destacou Redano.

O deputado Chiquinho da Emater (PSB) pediu a inclusão das famílias que estão em Rio Pardo. "Foram retirados de uma área de reserva, mas que precisam de ajuda para sobreviver. Se não for por esse fundo, que se ache uma solução para amparar as famílias, com crianças pequenas, que estão ali".

Adelino Follador (DEM) quer saber qual o saldo disponível do Fecoep, para conhecimento. Ele solicitou, inclusive, a aprovação de um requerimento para saber o saldo, o que deve ser feito na próxima sessão ordinária.

O deputado Jair Montes (Avante) parabenizou ao governador Marcos Rocha e à secretária de Ação Social (Seas), Luana Rocha, pela sensibilidade em fazer essa importante ação. "É pouco, mas nesse momento, é muito pela necessidade das mais de 27 mil famílias que serão atendidas".

O líder do Governo, Eyder Brasil (PSL), também parabenizou ao governador Marcos Rocha e à secretária da Seas, por estender esse benefício a quem precisa. "Registro ainda o trabalho dos parlamentares, que de forma presencial ou remota, estão votando essa matéria, tão importante para garantir o sustento de famílias. Esse ano, tenho certeza, que será o ano da retomada econômica".

Luizinho Goebel (PV) observou que "é uma ajuda importante para as pessoas que mais precisam. É um valor baixo, mas é o que o Estado pode oferecer para minimizar o sofrimento dessas famílias. Que tudo possa voltar á normalidade, no mais breve possível".

Já Cirone Deiró (Podemos), reconheceu o esforço e a sensibilidade do Governo em atender a essas famílias. "É um valor pequeno, mas que vai fazer a diferença na vida de quem tanto precisa".

O deputado Aélcio da TV (PP) acrescentou que "o projeto é importante e vai garantir uma ajuda financeira para as famílias que estão sofrendo com essa pandemia, passando muitas dificuldades".

Geraldo da Rondônia (PSC) também reconheceu essa iniciativa do Governo, em prorrogar esse benefício para as famílias que sofrem com a falta de recursos, em meio a essa pandemia.

 

ALE/RO

Postar um comentário

0 Comentários