Brasil receberá 2 milhões de vacinas de Oxford na próxima semana























A Fundação Oswaldo Cruz confirmou que dois milhões de novas doses da vacina de Oxford/Astrazeneca chegarão ao Brasil até o final da semana que vem. Elas serão enviadas pelo Instituto Serum, um dos centros produtores do imunizante, localizado na Índia, enquanto a Fiocruz prossegue com a produção em solo brasileiro, a partir do Ingrediente Farmacêutico Ativo já recebido há alguns dias.

No total, o Brasil negociou a compra de dez milhões de doses importadas, além dos dois milhões já entregues em janeiro. Os outros oito milhões chegarão nos próximos meses mas ainda não há data definida.

As informações da Fundação complementam o que foi anunciado pelo ministro da Saúde Eduardo Pazzuelo, nesta quinta-feira (18). De acordo com ele, também serão distribuídas aos estados, ainda este mês, outras 9,3 milhões de vacinas do tipo Coronavac, produzidas no Brasil pelo instituto Butantan.Já as primeiras vacinas de Oxford/Astrazeneca produzidas na Fiocruz devem ser incorporadas ao Programa Nacional de Imunizações entre os dias 15 e 19 de março.

Nesta semana o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação iniciou o envase do primeiro lote do Ingrediente Farmacêutico Ativo, recebido da Astrazeneca no início do mês, e que já passou pelo processo de diluição. Agora as 400 mil doses serão lacradas e seguirão para o Controle de Qualidade Interna, que irá garantir a sua integridade e segurança.

Esse insumo faz parte de um lote suficiente para produzir 2,8 milhões vacinas e ainda estão previstas mais duas remessas de IFA, totalizando 15 milhões.

De acordo com o contrato de transferência de tecnologia firmado pela Fiocruz com a Astrazenaca, a partir do segundo semestre, a fundação já poderá produzir aqui o ingrediente ativo, sem necessidade de importação.

Postar um comentário

0 Comentários